Blog

Back to Blog

4 SINAIS DE QUE VOCÊ PRECISA MELHORAR GESTÃO JURÍDICA DA SUA CLÍNICA MÉDICA

Frequentemente encontramos no mercado de clínicas médicas e de outros setores da saúde profissionais que ignoram a importância de uma boa gestão jurídica. Apesar da boa formação técnica, muitos não se resguardam por meio de uma boa gestão jurídica, e isso, grande parte das vezes, ocorre por desconhecimento ou por má gestão do tempo para poder se dedicar a essa necessidade.

Se você quer saber sobre as melhores razões para implantar toda a proteção jurídica que sua clínica ou consultório merece e como fazê-la, você está no lugar certo. Afinal, uma consultoria jurídica de ponta faz uma detalhada análise e diagnóstico de riscos e traça um plano de conduta de acordo com a sua clínica de maneira preveni-lo de possíveis quebra de deveres essenciais e eventuais litígios, por meio das suas principais atividades, como veremos abaixo:

 

Alcance a informação de qualidade

Há um senso comum da classe médica, que é muito equivocado que diz: “é só não errar para não sofrer processo”. A realidade não é tão simplista assim, pois, o profissional não precisa produzir um grande deslize para que seja processado, sendo suficiente somente uma insatisfação tida pelo paciente, e isso, várias vezes não está vinculado diretamente à atuação do profissional. O fato é que há muitos hábitos corriqueiros e de praxe no exercício da medicina que intensificam a sensação de insatisfação dos pacientes, ou elevam o grau de risco de ser condenado em eventuais processos, independentemente de efetivos equívocos na prática de atividades do médico. Mas, por meio de um apoio jurídico de ponta, o profissional consegue alcançar uma plena gestão jurídica do risco profissional, podendo exercer suas atividades de modo mais seguro e eficaz.

Contratos, Termos de Consentimento e Documentação

Além do treinamento e da orientação de qualidade, é fundamental que o profissional tenha dimensão do papel do termo de consentimento, do contrato e de todos os documentos que permeiam o seu trabalho ao lado do paciente. Tais documentos exigem elaboração adequada e específica para cada atuação do médico, e a maioria dos termos circulados no mercado não trazem ao profissional da saúde toda a segurança que ele precisa.

 

Condução preventiva ideal para casos complexos

No exercício da atividade do médico, é impossível de evitar que, por vezes, não haja determinada insatisfação de algum paciente quanto ao tratamento ou resultado final. A partir daí, é fundamental que o médico conte com o apoio ideal nos casos, lhe poupando de falhas recorrentes e de ocorrências de ações judiciais.

Atuação imediata nas emergências

Por meio de uma assistência preventiva, o profissional consegue evitar boa parte dos processos que teria de enfrentar caso atuasse sem o aparato de uma gestão do risco jurídico. E eis que as vantagens de uma boa gestão jurídica não acabam por aí, pois até mesmo quando há efetivas falhas profissionais ou erros, o apoio jurídico pode orientar o médico a conduzir da melhor forma o caso, pode evitar a incidência de processos que ocorreriam todo o norte para a condução do caso, diminuindo ao máximo os riscos de processo, bem como, construindo todo o trabalho preventivo por meio de uma base que favoreça o médico em qualquer desafio legal que ele possa ter de enfrentar no futuro.

 

Gostou das dicas? Para mais conteúdos exclusivos que vão te ajudar na gestão da sua clínica ou consultório, faça nossos cursos, siga nossas redes sociais e assine nossa newsletter.

Compartilhar esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Back to Blog