Blog

Back to Blog

FACETAS DE RESINA – PROBLEMAS JURÍDICOS OCASIONADOS POR ESSA TÉCNICA


Com os avanços provenientes da odontologia estética, os pacientes buscam maneiras mais eficazes de melhorar o sorriso e uma delas é a aplicação das facetas de resina. No entanto, esse tipo de tratamento pode acarretar problemas jurídicos aos profissionais, caso seja feito de maneira inapropriada.

A verdade é que as Facetas de resina são mais indicadas para fechamento de espaços, restaurações antigas e amareladas ou algum tipo de urgência estética.

Isso quer dizer que nem todos os casos são favoráveis para a aplicação das facetas de resina, ficando sob a responsabilidade do dentista avaliar se este é um tratamento realmente benéfico para o seu paciente.

Acompanhe a leitura e entenda como as Facetas de resina podem ocasionar sérios problemas jurídicos à sua atividade profissional.

O que são Facetas de Resina?


Primeiramente, é importante entender bem no que consistem as Facetas de Resina de modo a esclarecer melhor com o que você está lidando, afinal o conhecimento acerca do tratamento é o primeiro ponto a ser avaliado antes de apresentá-lo ao seu paciente.

As Facetas de Resina, portanto, são lâminas estéticas que são utilizadas para cobrir a superfície visível dos dentes, deixando de fora os dentes antagonistas, importantes na mastigação.

Geralmente, são usadas para fechar pequenos espaços entre os dentes ou em algum caso urgente de fratura imprevista.

Elas podem ser confeccionadas pelo próprio cirurgião-dentista, ao contrário das usinas de porcelanas que somente podem ser fabricadas por um técnico especialista.

É importante considerar as contraindicações das facetas de resina, antes de validar esse tipo de tratamento para o seu paciente.

Assim, não é aconselhável utilizar as facetas de resina em casos de bruxismo, dentes hígidos, dentes escurecidos, dentre outras situações.

Vantagens e desvantagens da aplicação das Facetas de Resina


É claro que o paciente vai desejar um tratamento mais em conta e menos demorado como é o caso das Facetas de Resina, mas nem tudo são vantagens nesta aplicação.

Por isso, é importante fornecer todas essas informações ao seu paciente, evitando possíveis contestações depois do procedimento, que possam desencadear numa ação judicial.

Vamos comparar as vantagens e desvantagens desse procedimento que deve virar tendência em odontologia estética num futuro próximo!

Vantagens

– preço mais acessível;
– procedimento rápido (podendo ser feito em apenas uma consulta);
– facilidade nos reparos;
– resultados estéticos atraentes.

Desvantagens

– frequência em fraturas;
– menos durável;
– diversidade nas contraindicações.

Como saber se as Facetas de Resina são a melhor opção de tratamento para o seu paciente?


A possibilidade da existência de problemas com a aplicação das Facetas de Resina é maior quando se utiliza os materiais inadequados e fornece indicações incorretas.

Tendo em vista essa realidade, o profissional dentista precisará avaliar as condições dentárias de cada paciente, analisando se este tratamento irá trazer benefícios ou prejuízos em cada caso.

Alguns problemas mais decorrentes do uso de facetas de resina são a perda do brilho e amarelamento precoce dos dentes e, certamente, esses são resultados que trarão insatisfação ao paciente e o risco da ocorrência de uma contestação jurídica aumenta.

O ideal é realizar um planejamento para a realização do tratamento, a partir de imagens, modelos e mockups que favorecem a melhor percepção dos resultados antes mesmo da aplicação.

Vale destacar que o procedimento feito com as facetas de resina pode ou não ser considerado reversível, visto que há a ocorrência de desgastes na estrutura dentária que são irrecuperáveis no processo.

Fazendo toda a análise de riscos e apresentando as informações de maneira clara ao seu paciente você estará buscando definir a melhor opção de tratamento para ele, além de se manter mais seguro quanto aos possíveis resultados frustrantes.

Facetas de Resina e os problemas jurídicos

Assim como já mencionado, as Facetas de Resina podem gerar sérios problemas jurídicos ao profissional dentista, visto que as contraindicações são variadas e, sem o pleno conhecimento acerca do procedimento, podem ocorrer problemas difíceis de reverter na estrutura dentária do paciente.

Como exemplo de risco jurídico, temos o caso de uma paciente na cidade Cuiabá que abriu uma ação na justiça devido ao erro na colocação de lentes de contato dentais, recebendo mais de R$ 30 mil por danos morais, estéticos e materiais.

Na verdade, os dentistas disseram a paciente que estavam colocando lentes de contato dentais, sendo que colocaram facetas dentais e acabaram tendo que arcar com uma quantia 3 vezes maior do que a cobrada no procedimento em questão.

É por esse e outros casos que se torna prescindível a avaliação adequada em cada paciente e a dedicação de tempo no fornecimento de todas as informações relevantes, antes de definir qual procedimento será feito.

Este conteúdo foi útil para você? Continue visitando nosso site para aprofundar acerca dos riscos jurídicos provenientes de procedimentos e/ou tratamentos dentários.

Compartilhar esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Back to Blog