Blog

Back to Blog

COMO O PROFISSIONAL DEVE PROCEDER EM CASO DE ERRO MÉDICO?

Todo profissional está sujeito ao erro médico. Por mais que ele tenha todo o conhecimento sobre a medicina, errar faz parte da natureza humana. Contudo, também existe uma grande responsabilidade dos médicos em garantir a saúde dos pacientes, o que significa que eles têm total razão em perseguir seus direitos caso sejam vítimas.

Portanto, apesar de ser algo sobre o que nenhum profissional quer pensar, é preciso se preparar para o pior caso. Então, continue lendo o post e entenda como proceder em caso de erro médico.

 

Contate seu advogado, sua seguradora e o hospital

O primeiro procedimento é informar a todos os envolvidos do que aconteceu. Assim, você tem como garantir que a sua defesa é construída o mais cedo possível. Os erros médicos podem vir ser julgados administrativamente pelos Conselhos Federal ou Regional de Medicina, no judiciário civil e ou criminalmente e o paciente deve apresentar um conjunto de provas que o comprove. Assim, haverá um tempo para que você consiga montar sua defesa. Se o profissional fizer parte de um hospital, entenda o que precisa ser feito.

Quanto a qualquer outra pessoa, o silêncio pode ser seu melhor caminho. Pedir desculpas ou admitir culpa pode ser um grande erro, mesmo porque sua consciência pode levar você a acreditar que houve um erro médico, sem esse ser o caso, o que acontece muito são intercorrências e não erro propriamente ditos. Por isso, é crucial entrar em contato com um advogado, pois ele vai aconselhá-lo sobre o melhor caminho.

 

Estude bem sua apólice de seguro

Se você ainda não tem um seguro, contrate imediatamente. Ademais, é importante estudar bem o seguro, para entender melhor sobre a cobertura e quais são seus limites. Para quem trabalha em um hospital, também é importante estudar o contrato, para entender qual é o apoio que você recebe.

Uma vez que o processo esteja em movimento, não altere nenhum laudo ou prontuário. Mesmo que seja algo não relacionado ao caso ou uma informação irrelevante. O advogado da oposição pode usar isso para indicar que você está tentando esconder algo.

 

Cuide do seu lado psicológico

Sofrer processos por erro médico pode ser extremamente estressante. Desse modo, a melhor opção é contatar um advogado imediatamente, seguir seu conselho e deixar ele cuidar do resto. O melhor curso de ação para o profissional em um momento como esse é trabalhar na própria saúde mental. É importante não entrar em pânico.

Além disso, não converse com ninguém do lado da oposição. Pedidos de laudos devem ser feitos por meio dos advogados. Também é importante não investigar o caso, por mais tentador que seja. Isso também abre brechas para interpretações da oposição que não serão favoráveis a você.

Como você pode estar muito estressado com o processo, e não pode conversar com colegas, amigos e familiares, um profissional de saúde mental pode ajudá-lo a se tranquilizar.

Além disso, não se preocupe se o caso terminar como um acordo. Isso, normalmente, não envolve admissão de culpa. Quase sempre, a seguradora chega à conclusão de que essa é a forma mais fácil e barata de resolver o problema. É uma decisão de negócios, que não tem nada a ver com você como profissional.

Quer conhecer mais sobre como evitar erros médicos na sua clínica ou hospital? Então, acesse a nossa plataforma, caso não tenha acesso, entre em contato e veja como podemos disponibilizá-la!

Compartilhar esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Back to Blog