Blog

Back to Blog

O QUE É UMA NEGLIGÊNCIA MÉDICA?

O médico é um profissional que busca fazer o melhor trabalho em prol do seu semelhante. Ele lida diariamente com questões muito caras da humanidade: saúde e morte. Sendo assim, os médicos vivem em constante pressão para realizar o melhor trabalho possível.

Claro que, mesmo com todo o esforço em prol do paciente, ninguém está livre de cometer erros. O médico é um ser humano como outro qualquer, vivendo no limite para ajudar o próximo. Sendo assim, infelizmente, ele não está imune de cometer equívoco, imperícia ou negligência.

É importante lembrar, ainda, que nem sempre o médico é o responsável por cometer esses erros. Enfermeiros e até o próprio hospital podem cometê-los.

Neste artigo, iremos explicar o que é uma negligência médica e o que pode acontecer ao profissional de saúde que a comete. Leia e compartilhe!

 

O que é negligência médica?

Muita gente fala sobre negligência médica, sem saber o que ela realmente representa. Por isso, até para obter seus direitos, é importante que se conheça o conceito do problema.

Negligência pode ser definida como uma ação na qual não se tomam as precauções necessárias. Em geral, ela acontece por falta de atenção ou por descuido.

Um médico é considerado negligente quando é omisso em seus atos, agindo com descaso completo nos seus deveres éticos para com o paciente. É importante ressaltar que é muito difícil que um profissional médico aja desta maneira deliberadamente. A negligência médica é, em muitos casos, um acidente causa por motivos diversos.

Como mencionado acima, o exercício da profissão de médico exige o máximo de cuidado possível com o paciente. Um pequeno erro, neste caso, pode trazer sequelas e outras consequências danosas à saúde de alguém, levando, inclusive, a óbito.

Por isso, o ideal é que os profissionais da área de saúde (médicos, dentistas, enfermeiros, fisioterapeutas, etc.) e as unidades de saúde prestem um serviço de excelência, o que a maioria realmente faz.

 

Exemplos de negligência

Infelizmente, um dos grandes exemplos de negligência acontece quando um material cirúrgico é esquecido dentro do corpo do indivíduo que passou por alguma cirurgia. Para evitar que ele aconteça, não apenas o médico, mas também toda a equipe que o acompanhar no procedimento precisam ficar muito atentos ao que estão fazendo.

Outro exemplo de negligência comum é a falta de acompanhamento devido ao paciente, quando ele ainda está internado no hospital e sob cuidados de um médico.

 

As consequências da negligência para o profissional

O profissional que cometer negligência sofre consequências graves. Eles precisam responder pelos seus atos judicialmente. No entanto, como todo processo judicial, é preciso que se reúnam provas para comprovar ou não o cometimento da infração.

Obviamente existem muitos casos de negligência médica no Brasil. No entanto, nem todos os casos que são levados à justiça são comprovados. Por isso, o ideal é o profissional fazer o mesmo que o paciente ou sua família e procurar por orientação judicial.

Ao contratar um advogado especializado em Responsabilidade Civil Médica o médico tem tranquilidade caso receba algum processo ético, civil ou criminal.

Gostou do post? Agora que você entendeu o que é uma negligência médica, acesse nosso site para ter acesso a outras matérias. Você pode receber notícias, assistir vídeos relacionados à gestão de risco profissional e entender melhor sobre defesa médica, podendo até se aprofundar em nossos cursos.

Compartilhar esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Back to Blog