Blog

Back to Blog

COMO OS PROFISSIONAIS DA SAÚDE PODEM RESPONDER ÀS ALEGAÇÕES DE ERRO MÉDICO?

Profissionais da área da saúde sabem que imprevistos ocorrem. Mesmo tomando todos os devidos cuidados, não é raro um paciente ou familiar alegar a existência de erro médico. Por esse motivo é importante contar com uma gestão de risco.

Confira neste artigo como podemos te ajudar a se proteger e minimizar os impactos na ocorrência de erro inevitável. Saiba mais a seguir.

Tipos de erros médicos


Ao contrário do que muitos pensam, erros médicos não acontecem apenas por descuido. Existem características que os diferenciam. Eles podem ser classificados das seguintes formas:

• Erros de diagnóstico: Quando o médico erra ao não ligar os sintomas à doença da forma adequada ou não utiliza os meios corretos para a sua detecção;

• Deliberados: Ocorrem quando algum procedimento precisa ser feito pelo profissional para evitar que o paciente seja ainda mais prejudicado ou faleça. Tal situação pode ocorrer quando é preciso uma ação imediata do profissional de saúde, como socorrer pessoas acidentadas, por exemplo. Em alguns casos o médico precisará agir o resultado de exames em mãos para salvar a vida do paciente.

• Escusáveis: O organismo de cada um reage de forma diferente. Uma vez que a natureza humana é imprevisível, o profissional não pode ser responsabilizado por esse tipo de situação. Esse tipo de erro é decorrente de intercorrências na recuperação de um paciente, por exemplo, quando ele responde de forma inesperada ao tratamento. Mesmo que o profissional não tenha culpa, o paciente é livre para abrir uma ação judicial e o médico precisará se defender.

• Inescusáveis (ou erro grotesco): ocorrem por negligencia profissional, quando acontecem danos (ou até mesmo morte) em situações que poderiam ser facilmente evitadas.

Como um profissional pode impedir erros médicos?


Tais erros podem ser reduzidos ao seguir os seguintes passos:

• Lembre-se de analisar os resultados dos exames minuciosamente;

• Detalhe as informações no prontuário de forma correta e completa, pois esses dados podem e serão solicitados em caso de processos judiciais;

• Consulte colegas da área e busque novas informações caso existam dúvidas;

• Não esqueça que você pode estar atendendo alguém com uma doença rara. Nunca descarte essa possibilidade;

• Solicite autorização do paciente ou família para executar procedimentos mais invasivos e complexos. Explique as características do tratamento, tire dúvidas e solicite a autorização por escrito;

• Mantenha-se atualizado sobre novos procedimentos e avanços da área. Faça constantes treinamentos e cursos para renovar os seus conhecimentos.

Como responder às alegações de erro médico?


Por dificuldade pessoal em lidar com a situação ou ignorância em relação aos procedimentos e tratamentos médicos, paciente e familiares podem alegar erro médico inescusável. Isso ocorre também caso a relação profissional-paciente seja ruim e ele não aceite as suas explicações. Nesse cenário a chance de você ser processado é grande.

Para se defender você precisará de apoio jurídico. Procure advogados ou um escritório especializado e experiente para auxiliá-lo. Se isso acontecer, você precisará arcar com os custos advocatícios, mesmo se o erro for escusável. Por esse motivo, empresas como a SegureMed ajuda você a minimizar os impactos de imprevistos.

Saiba mais sobre como a SegureMed pode ajudar


Um seguro de responsabilidade civil te oferece tranquilidade, segurança e permite se dedicar à sua profissão com a dedicação necessária. Caso ocorram processos por intercorrências por exemplo, existem seguros que podem te trazer a tranquilidade no reembolso destas despesas cirúrgicas, quer entender mais, acesse o site


Saiba mais sobre como se proteger. É hora de estabelecer uma gestão de riscos o mais rápido possível. Não deixe para depois. Acesse nossa página e não se esqueça de assinar nosso newsletter!


Compartilhar esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Back to Blog