Blog

Back to Blog

CONFIRA 4 DICAS DE SUCESSO DE GESTÃO FINANCEIRA PARA MÉDICOS

Você, médico, separa suas contas pessoas das contas do seu consultório? Essa é uma ação básica de gestão empresarial. Para os médicos que atuam de maneira autônoma, seja em clínicas ou consultórios, é essencial uma boa gestão financeira e ações pontuais podem ajudar nisso.

A seguir, mostraremos dicas de sucesso de gestão financeira do seu negócio, mas não esqueça que oferecemos ajuda também na gestão de risco!

Separar as despesas pessoais das despesas da clínica


Pode parecer inofensivo pagar uma conta pessoal com a conta bancária do consultório, mas isso pode atrapalhá-lo no planejamento financeiro. Crie uma barreira entre esses dois universos e separe todas as suas despesas pessoas das despesas da clínica ou consultório, inclusive as contas bancárias.

Sabemos que a impressão é de que, como tudo te pertence, não tem problema misturar os dois tipos de despesas, mas não é bem assim. Para gerir uma empresa, que é o seu consultório, é necessário ter planejamento e organização nas finanças, o que não pode ser feito com ações como a de misturar tais contas.

Trabalhar com fluxo de caixa


O fluxo de caixa nada mais é do que o registro de tudo que entra e sai quanto à movimentação financeira. Todos os recursos da clínica devem estar registrados, desde pagamentos de impostos até compra de equipamentos, para que seja mais fácil controlar as finanças.

Além disso, saber a quantidade de pacientes atendidos ajuda nessa organização, o que te dá uma base para calcular o dia a dia da clínica. Assim, é essencial o uso de ferramentas, como softwares, que colaboram para registrar e emitir esses dados em forma de relatórios.

Se tiver dificuldades com isso, entre em contato conosco para melhorar sua gestão!

Atendimento organizado facilita a gestão financeira


Os pacientes precisam de um bom atendimento quando chegam na clínica, a fim de que se sintam atraídos a se manter utilizando seu serviço. Porém, um atendimento agilizado pode contribuir para muito mais do que isso. Afinal, é nesse momento que os pagamentos são feitos, ou seja, que ocorrem as entradas financeiras.

Por conta isso, é primordial oferecer boas opções de pagamento das consultas e se organizar quanto aos planos de saúde. O processo deve ser bem desenhado para o funcionário que cumprirá esse papel. Ele deve estar treinado para tornar essa fase prática e organizada para os dois lados, tanto para a clínica quanto para o paciente.

O seu pró-labore deve ser separado da maneira correta


Quando o assunto é trabalhar por conta própria, não importa o tamanho da empresa, o seu “salário” é o pró-labore. Nada de retirar todo o lucro que fica após os pagamentos das despesas. O cálculo do pró-labore serve justamente para isso: para estipular um valor para o proprietário da empresa.

O valor que fica em caixa após todos os pagamentos serve para metas da empresa, investimento em marketing, entre outros. Então, é interessante pensar no futuro, criando metas em curto e longo prazo e aproveitando esse investimento para o crescimento do consultório.

Essas são dicas primordiais para ter uma boa gestão financeira para médicos. Na sua clínica (ou no seu consultório) é importante colocar essas dicas em prática, a fim de obter um bom controle das finanças e estar preparado para crescer no futuro próximo.

Se ainda estiver com problemas para dar esses primeiros passos, não se esqueça de entrar em contato conosco. Nós podemos ajudar!

Compartilhar esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Back to Blog